INDEX

*DUAS PALAVRAS* - Luciano Cordeiro

Chronica do senhor rei D. Pedro I oitavo rei de Portugal - Prologo

Capitulo I--Do reinado de el-rei Dom Pedro, oitavo rei de Portugal, e das condições que n'elle havia.  

Capitulo II--Como el-rei de Castella mandou pelo corpo da rainha Dona Maria, sua madre, e da carta que enviou a el-rei de Portugal, seu tio.

Capitulo III--Das cartas que o papa, e el-rei de Aragão enviaram a el-rei de Portugal sobre a morte de el-rei, seu padre.  

Capitulo IV--Da maneira que el-rei Dom Pedro tinha nos desembargos de sua casa.  

Capitulo V--De algumas cousas que el-rei Dom Pedro ordenou por bem de justiça e prol de seu povo.  

Capitulo VI--Como el-rei mandou degolar dois seus criados, porque roubaram um judeu e o mataram.  

Capitulo VII--Como el-rei quizera metter um bispo a tormento, porque dormia com uma mulher casada.  

Capitulo VIII--Como el-rei mandou capar um seu escudeiro, porque dormiu com uma mulher casada.  

Capitulo IX--Como el-rei mandou queimar a mulher de Affonso André, e de outras justiças que mandou fazer.  

Capitulo X--Como el-rei mandava matar o almirante; e da carta que lhe enviou o duque e commum de Genova, rogando por elle.

Capitulo XI--Das moedas que el-rei Dom Pedro fez, e da valia do oiro e da prata n'aquelle tempo.  

Capitulo XII--Da maneira que os reis tinham para fazer thesouros, e accrescentar n'elles.  

Capitulo XIII--Por que guisa el-rei Dom Pedro de Castella começou de juntar thesouro.  

Capitulo XIV--Como el-rei fez conde e armou cavalleiro João Affonso Tello, e da grão festa que lhe fez.  

Capitulo XV--Das avenças que el-rei de Castella e el-rei Dom Pedro de Portugal firmaram entre si, e como lhe el-rei de Portugal prometteu de fazer ajuda contra Aragão.  

Capitulo XVI--De algumas pessoas que el-rei Dom Pedro de Castella mandou matar, e como casou com a rainha Dona Branca e a deixou.

Capitulo XVII--Como se começou o desvairo entre el-rei Dom Pedro de Castella e o conde Dom Henrique, seu irmão, o qual foi aso porque se o conde foi fóra do reino.  

Capitulo XVIII--Como e por qual aso se começou a guerra entre Castella e Aragão.

Capitulo XIX--Como el-rei de Castella entrou por Aragão e das cousas que fez n'este anno.  

Capitulo XX--Como el-rei Dom Pedro fez matar o mestre de São Thiago Dom Fradarique, seu irmão, no alcaçar de Sevilha.  

Capitulo XXI--Como el-rei partiu de Sevilha por tomar Dom Tello, seu irmão, para o matar; e como matou o infante Dom João, seu primo.  

Capitulo XXII--Como foi quebrada a tregua de um anno que havia entre os reis, e como el-rei Dom Pedro juntou armada por fazer guerra a Aragão.  

Capitulo XXIII--Como veiu o cardeal de Bolonha para fazer paz entre el-rei de Castella e el-rei de Aragão, e os não poude pôr de accordo.  

Capitulo XXIV--Como el-rei de Castella enviou pedir ajuda de galés a el-rei de Portugal, e como partiu com sua frota por fazer guerra a Aragão.

Capitulo XXV--Como se partiu o almirante de Portugal com as dez galés, e como el-rei Dom Pedro desarmou a frota; e de outras cousas.  

Capitulo XXVI--Como o cardeal de Bolonha quizera tratar paz entre os reis e não poude, e como as gentes d'el-rei Dom Pedro pelejaram com o conde e o desbarataram.  

Capitulo XXVII--Como el-rei Dom Pedro de Portugal disse por Dona Ignez que fora sua mulher recebida, e da maneira que em ello teve.  

Capitulo XXVIII--Do testemunho que alguns deram no casamento de Dona Ignez, e das razões que sobre ello propoz o conde Dom João Affonso.

Capitulo XXIX--Razões contra isto, de alguns que ahi estavam, duvidando muito n'este casamento.  

Capitulo XXX--Como os reis de Portugal e de Castella fizeram entre si avença, que entregassem, um ao outro, alguns que andavam seguros em seus reinos.  

Capitulo XXXI--Como Diogo Lopes Pacheco escapou de ser preso, e foram entregues os outros, e logo mortos cruelmente.  

Capitulo XXXII--De algumas cousas que el-rei Dom Pedro de Castella mandou fazer, e como fez paz com el-rei de Aragão entrando em seu reino.

Capitulo XXXIII--De algumas entradas que el-rei este anno fez no reino de Granada, e como el-rei Vermelho se veiu pôr em seu poder, cuidando de ser seguro, e el-rei o mandou matar.  

Capitulo XXXIV--Das avenças que el-rei de Castella fez com el-rei de Aragão, entrando em seu reino, e como as depois não quiz guardar.  

Capitulo XXXV--Como el-rei Dom Pedro entrou outra vez em Aragão, com sua frota de naus e galés, e das cousas que alli fez.  

Capitulo XXXVI--Como o conde Dom Henrique entrou por Castella com muitas companhas, e foi alçado por rei; e como el-rei Dom Pedro mandou desamparar todos os logares que em Aragão tinha filhados.  

Capitulo XXXVII--Como el-rei Dom Pedro de Castella enviava uma sua filha a Portugal, e como elle partiu de Sevilha com temor que houve dos da cidade. 

Capitulo XXXVIII--De como el-rei Dom Pedro de Castella fez saber a seu tio que era em seu reino, e como se el-rei escusou de o vêr, e lhe fazer ajuda.  

Capitulo XXXIX--Como el-rei de Castella partiu de Coruche, e se foi de Portugal; e quaes enviaram em sua companha.  

Capitulo XL--Como el-rei Dom Pedro chegou a Galliza, e matou o arcebispo de São Thiago, e se foi para Inglaterra.  

Capitulo XLI--Como el-rei Dom Henrique chegou a Sevilha, e da alliança que fez com el-rei de Portugal.  

Capitulo XLII--Como el-rei de Portugal enviou seus embaixadores a casa do principe de Galles, por se desculpar do que el-rei Dom Pedro dizia.  

Capitulo XLIII--Como Dom João, filho de el-rei Dom Pedro de Portugal, foi feito mestre de Aviz.  

Capitulo XLIV--Como foi trasladada Dona Ignez para o mosteiro de Alcobaça, e da morte d'el-rei Dom Pedro.        

 
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano