Madalena Férin
(1929-2010)

 

Obras de Madalena Férin

Notícia da morte

MADALENA FÉRIN . Maria Madalena Velho Arruda Monteiro da Câmara Pereira Férin nasceu em 1929 em Vila Franca do Campo, Ilha de São Miguel. Mas foi criada em Vila do Porto, Ilha de Santa Maria, terra de sua família (é neta do historiador Manuel Monteiro Velho Arruda e do poeta Armando Monteiro) onde viveu até 1958. De 1965 a 1975, residiu em Faro, onde concluiu estudos secundários. Licenciou-se posteriormente em Filosofia e passou a viver em Lisboa, onde é técnica superior do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica. Está representada em diversas antologias poéticas. Traduziu vários volumes da Colecção "Nosso Mundo" e compilou textos em inglês para Culture and Civilization in Portugal (Universidade de Santa Bárbara, Califórnia). É autora de romances, contos (designadamente para crianças) ensaios e poesia, tendo recebido o Prémio Antero de Quental (Poesia) do Concurso Literário dos Açores/1990. Publicou para além dos seguintes livros de poesia - Poemas, Lisboa, 1957; Meia Noite no Mar, Lisboa, 1984; A Cidade Vegetal, Angra do Heroísmo, 1987 e O Anjo Fálico, Angra do Heroísmo, 1987, - os romances O Número dos Vivos, Angra do Heroísmo, 1990 e Bem-Vindos ao Caos, Angra do Heroísmo, 1996.

In: http://www.iac-azores.org/livraria/textos/madalena.html

Morreu em Lisboa a 3 de Setembro de 2010.

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano