Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 


 

 

JOSÉ GOMES FERREIRA

POEMAS

Devia morrer-se de outra maneira
Porque é que este sonho absurdo
Quero voar

Chove
Entrei no café com um rio na algibeira
Vai-te, Poesia!
O amor que sinto
Choro!
Viver sempre também cansa!
O braço duma ninfa
À esquina do mundo (áudio)

Bibliografia

José Gomes Ferreira. Poeta, ensaísta e ficcionista português, nasceu em 1900, no Porto. Formou-se em Direito em 1924, tendo sido cônsul na Noruega entre 1925 e 1929. Após o seu regresso a Portugal, enveredou pela carreira jornalística. Foi colaborador de vários jornais e revistas, tais como a Presença, a Seara Nova e Gazeta Musical e de Todas as Artes. Esteve ligado ao grupo do Novo Cancioneiro, sendo geral o reconhecimento das afinidades entre a sua obra e o neo-realismo. José Gomes Ferreira foi um representante do artista social e politicamente empenhado, nas suas reacções e revoltas face aos problemas e injustiças do mundo. Mas a sua poética acusa influências tão variadas quanto a do empenhamento neo-realista, o visionarismo surrealista ou o saudosismo, numa dialéctica constante entre a irrealidade e a realidade, entre as suas tendências individualistas e a necessidade de partilhar o sofrimento dos outros.  
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano