CASTRO GUEDES, encenador
 
 
 
 
 
Uma reflexão pascal nos idos de Natal

Tudo na cabeça

Crónica de Natal  e Presépio em 2009

Urgente, precisa-se: Giacometti e Lopes Graça no teatro!

Política cultural precisa-se, política de gosto dispensa-se

Do ensino do teatro: uma brevíssima reflexão

Produção teatral portuguesa: uma pirâmide invertida!

O trabalho incorporado na criação artística como factor de valor

Público teatral, elemento da própria obra

Que Teatro Nacional para o século XXI?
Da efemeridade e da memória no teatro

O teatro na província

(jorge) castro guedes
encenador, natural do porto, nascido em 1954.
fundador e director artístico do tear (1977/1989), estagiou com jorge lavelli no théâtre national de la coline (paris) na temporada 88/89, autor e apresentador do magazine teatral "dramazine" na rtp2, onde foi consultor de teatro (90/93).
encenador convidado no teatro nacional dona maria II, serviço acart/gulbenkian, casa da comédia, teatro aberto/novo grupo, teatro villaret/morais e castro, teatro villaret/raul solnado, cendrev, filandorra, teatro universitário do porto, cenateca, plebeus avintenses.
director artístico do cdv - centro dramático de viana, companhia profissional residente no teatro municipal sá de miranda (viana do castelo).
professor convidado da escola superior de teatro e cinema (lisboa), escola superior de música e artes do espectáculo (porto), escola superior artística do porto, academia contemporânea do espectáculo (porto), convenção teatral europeia (lisboa), escola superior de hotelaria e turismo do estoril.
autor de "à esquerda do teu sorriso", peça em um acto, editora campo das letras; e de outras à espera de publicação.
acidentalmente copywritter na mccann/erikcson (90/92).
 
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano