Reacção anómala

DOMINGOS DA MOTA
Reacção anómala


Depois da cirurgia, a reacção
anómala demais, turvada, fosca,
e a causa não será da miopia
nem do voo picado duma mosca
volante que ficasse a voltear
ou a agitar as asas bem abertas
no campo de visão que, por azar,
se estreita quando as sombras são espessas,
depois da cirurgia às cataratas,
na esperança de ver muito melhor,
vendo as imagens turvas e opacas,
perdida a nitidez, incerta a cor,
espero bem que haja uma receita
que me ponha a visão mais escorreita.


Domingos da Mota (Portugal) nasceu a 15 de Dezembro de 1946, em Cedrim, Sever do Vouga. Licenciou-se em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (como trabalhador-estudante). Trabalhou num laboratório da indústria farmacêutica. Reside em V. N. de Gaia. Publicou o livro, Bolsa de Valores e Outros Poemas, Edição Temas Originais, em 2010. Tem poemas dispersos por colectâneas, revistas, jornais, e em diversos sítios do ciberespaço. Dos seus blogues, actualiza com alguma frequência: http://domingosmota.blogspot.com/.