SYLVIA MIRANDA
Para a reputação do amor
 
 
 
 
 

Sylvia Miranda Lévano (Lima, 1966) é Doutora em Literatura Hispano-Americana pela Universidade Complutense de Madri. Suas pesquisas tratam do imaginário urbano e da poesia peruana de vanguarda, em particular da obra dos poetas Carlos Oquendo de Amat, César Moro e Emílio Westphalen. Publicou ensaios e artigos em revistas especializadas. Entre suas publicações figuram os livros de poemas: Como todos anduve en el invierno, Lima, 1990; Zita y otros poemas, Madri, Catriel, 2001 (Premio Tomás Luis de Vitoria, Salamanca, 1994) e Poemas del tigre y el mar, Madri, Centro de Arte Moderno, 2004 (Plaquete ilustrada por água-forte de Sylvain Mâlet). Tem poemas incluídos em várias antologias da poesia peruana e ibero-americana. Memorias de Manú obteve o Primeiro Prêmio para novela do Banco Central de Reserva do Peru, em 1996. Entre suas últimas publicações figuram o ensaio Caminantes por una tierra baldía. T.S. Eilot e E.A.Westphalen; una lectura transtextual de las ínsulas extrañas, Madri, Centro de Editores, e a coleção de relatos Las mañanas sagradas, Madri, Catriel, ambos de 2011.

 

 

 
 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano