MÁRIO DIRIENZO...
INDEX
Mário DIRIENZO
Pequeno Currículo Literário

Nasci em São Paulo, Capital, em 1955, formei-me em Direito, e, ao longo de minha vida, tenho me dedicado à literatura, escrevendo continuamente e participando de grupos literários desde 1985. O primeiro deles foi uma “oficina literária” realizada na Biblioteca “Mário de Andrade”, em São Paulo, e coordenada pela poeta Eunice Arruda.

Sou membro da União Brasileira dos Escritores – UBE – e tive meus poemas lidos por Eunice Arruda, Ieda Abreu, Gledson Souza, José Paulo Paes, Vicente Cechelero, Dora Ferreira da Silva, Rodrigo Petronio. Integro também o grupo de estudos poéticos e filosóficos “Cavalo Azul”, fundado por Dora Ferreira da Silva e coordenado por Rodrigo Petronio.

Recebi prêmios literários no Concurso “Vinícius de Moraes” de 1984, no I Festival “Sérgio Millet”, de poesia falada, promovido pela Biblioteca “Mário de Andrade”, em 1987, e no VI Concurso Nacional “Menotti Del Picchia”, de 1999.

Tive também o conto “Uns Braços” classificado no “10 o. Concurso Luiz Vilela”, de Ituiutaba, MG, Brasil, em 2001.

Além das publicações relativas aos prêmios acima mencionados, tive poemas publicados pela revista “Novos Estudos” do CEBRAP, n o. 40/94, pela LB, Revista da Literatura Brasileira, n o. 16/99, bem como versos incluídos na “Agenda Poética/2001” da Editora Escrituras, no Jornal Rascunho, de maio/04, e no jornal da UBE/05.

A Revista de Cultura Agulha trouxe em seus números 48, novembro/05 e 50 artigos, março/06, resenhas de minha lavra a respeito dos livros “Amor quanto baste”, de Rosa Alice Branco, “Assinatura do Sol” e “Pedra de Luz”, estes últimos de Rodrigo Petronio.

Pela Editora Escrituras, lancei, no dia 27 de junho de 2001, meu primeiro livro individual, intitulado Emulação e Maravilhamento.

 

 

 

 

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano