A derradeira viagem

NICOLAU SAIÃO Tradução e imagem Juan Ramón Jiménez (Moguer, 1881 – Porto Rico, 1958)   A DERRADEIRA VIAGEM …E partirei. E ficarão os pássaros cantando;…

Leonor Fini

NICOLAU SAIÃO Qual é a voz que me canta que me chama e desafia a ir pela estrada onde o sofrimento do mundo está guardado…

Jules Morot

NICOLAU SAIÃO Caros/as confrades & amigos/as    Creio que todos, mais ou menos, conhecem o famoso caso passado com um condenado à morte que, levado…

E conheci Gérard Calandre

NICOLAU SAIÃO Caros/as confrades & amigas/os   Foi numa luminosa manhã de um Maio já algo longínquo que a drª Maria José Maçãs – minha…

Emílio Adolpho Westphalen

NICOLAU SAIÃO Três imagens e tradução de Emílio Adolpho Westhalen ( (1911-2001)         Em meados de Abril de 80, num apartamento lisboeta de…

Os cafés

NICOLAU SAIÃO   “Um Café é o lugar onde podemos arruinar-nos, enlouquecer ou cometer um crime” – Vincent van Gogh “Um Café tanto é um…

Sete vezes José Régio & sua casa

NICOLAU SAIÃO 1 Régio e os escritores brasileiros Que Régio foi apreciado e admirado por muitos escritores brasileiros é ponto assente. De Manuel Bandeira a…

Una mirada a lo fantástico

NICOLAU SAIÃO Nicolau Saião (Portugal, 1949). Poeta, artista plástico e ensaísta. Autor de livros como Passagem de nível (1992), Flauta de Pan (1998) e Os olhares perdidos (2000). Traducción del portugués…