O Maio de 68 visto de fora

MANUEL RODRIGUES VAZ Escritor, jornalista, historiador Palestra proferida na Tertúlia À Margem, no Restaurante O Pote, em Lisboa, em 9 de Maio de 2017 Os…

A origem da palavra Gindungo

MANUEL RODRIGUES VAZ Embora o Google não seja de muita confiança nalgumas coisas, sobre o que diz do gindungo, essa inevitável angiosperma que continua a…

Memória de Almada nos Anos 60

MANUEL RODRIGUES VAZ Natural de uma aldeia perdida nos confins da serra da Nave, concelho de Moimenta da Beira, só fui para Almada em 1959,…

Antero de Figueiredo antecipa Camus

MANUEL RODRIGUES VAZ Convergências ou coincidências ou como um obscuro escritor português como Antero de Figueiredo antecipa 26 anos o teatro do absurdo de Albert…

Sonhos caminhantes

MANUEL RODRIGUES VAZ Sonhos Caminhantes – Homenagem a Cabo Verde que é um Hino à Terra-mãe Publicação original na revista África, nº 21, pp: 76-77. Foi recentemente…

Nghéri-Hi

MANUEL RODRIGUES VAZ Nghéri-Hi, o “Imperador do Libolo” – Evocação de um algarvio que foi o maior povoador de Angola Antes de mais, tenho de…

O 27 de Maio em questão

MANUEL RODRIGUES VAZ O 27 de Maio em questão Muitas dúvidas, poucas certezas Golpe ou Manifestação Pacífica? Comunicação feita aos 31 de Maio de 2017,…